Header Ads

Grupo Atitude LGBT reclama de evento organizado pela Associação de Escritores do Sul e Sudeste do Pará, no Shopping Pátio Marabá

Convite da AESSP para o IV Sarau do Amor, no Shopping Pátio Marabá
O que era para ser um simples convite para os casais curtirem o Dia dos Namorados, feito pela Associação de Escritores do Sul e Sudeste do Pará (AESSP), nas instalações do Shopping Pátio Marabá, hoje, 12/6/2018, a partir de 19 horas, denominado IV SARAU DO AMOR, transformou-se em uma polêmica nas redes sociais. O “bate-boca” ocorreu pelo fato do convite estampar apenas a foto de um casal tradicional, composto por um homem e uma mulher. Segundo o Ativista LGBT, Noé Lima, o convite da AESSP é preconceituoso e exclui os outros tipos de casais existentes na sociedade hoje. “Esse tipo de convite ainda representa a concepção de uma sociedade formada apenas por casais heterossexuais”, reclama Noé. 
No dia 5/5/2011, o Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou os cartórios a realizarem o casamento entre pessoas do mesmo sexo. No ano de 2013, através da RESOLUÇÃO Nº 175, DE 14 DE MAIO DE 2013, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) baixou a seguinte normativa: Art. 1º É vedada às autoridades competentes a recusa de habilitação, celebração de casamento civil ou de conversão de união estável em casamento entre pessoas de mesmo sexo. De acordo com Noé Lima, a sociedade e seus membros não podem ignorar mais a existência de casais LGBT. “Nós também existimos enquanto casais perante as leis, portanto não podemos aceitar esse preconceito. Se o convite destina-se a casais, todos deverão estar contemplados”, continua o ativista. 
Convite da Prefeitura Municipal para o IV Sarau do Amor
Noé Lima ainda destilou seu veneno na direção da Prefeitura Municipal de Marabá. Uma postagem relativa ao Dia dos Namorados, publicado com a logomarca da PMM também está com a foto de um casal heterossexual. “Esse tipo de exclusão é uma falta de respeito com os outros tipos de casal”, argumenta ele. Em contato com Assessoria de Comunicação da Prefeitura, a ASCOM ponderou que a decisão de colocar a foto de um casal hétero, foi apenas uma opção, nada contra a preferência sexual das pessoas. A Advogada Cláudia Chini, integrante da Associação de Escritores do Sul e Sudeste do Pará, disse que o IV SARAU DO AMOR é para todos os tipos de casal. Segundo ela, a AESSP não possui nenhum tipo de preconceito, apenas o convite foi feito às pressas e esse detalhe passou despercebido.

Um comentário:

  1. O preconceito reside na cabeça de quem vê preconceito em tudo. Se invertermos a situação, mostrarmos um casal homofóbico, seria preconceito contra os casais héteros?

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.