Header Ads

Mais um policial é morto no Pará

Wanglay Queiroz é o 28º policial assassinado no Pará em 2018
O início da manhã de hoje, 13/6/2018, por volta de 5h30min, marcou o assassinato de mais um policial no estado do Pará. Desta vez, a vítima foi o investigador da Polícia Civil, Wanglay Wallax Lima de Queiroz, 34 anos, morto a tiros. O crime ocorreu no bairro do Curuçambá, na cidade de Ananindeua, Região Metropolitana de Belém. Com a morte de Wanglay Queiroz, sobe para 28 o número de agentes da segurança pública mortos, em razão da violência, no Pará em 2018. O índice de policiais mortos no Pará é um dos mais altos do Brasil.  
A vítima se deslocava, de moto, de sua residência, localizada no Conjunto PAAR, para o Distrito de Icoaraci, onde trabalhava. O policial passava pela Avenida Independência, próximo à rua Rio Xingu quando foi baleado. Ele ainda teve a arma e o telefone celular roubados. Ainda não há informações sobre os autores do crime e de que forma eles agiram, nem se estavam usando veículo. As medidas de combate à violência, divulgadas pelo governo do estado do Pará, a sociedade ainda não percebeu os efeitos positivos, pois os policiais continuam sendo mortos pelo crime organizado. 
Wanglay Queiroz entrou recentemente para a Polícia Civil do Pará
Assim que souberam da morte do colega, policiais civis da Divisão de Homicídios se deslocaram até o bairro, para iniciar as investigações. As diligências são coordenadas pelo delegado-geral adjunto, Rogério Morais, e pelo diretor de polícia metropolitana, delegado Aldo Botelho. São quase 30 equipes de policiais civis de todas as unidades da capital nas buscas aos criminosos. Até o final da manhã, foi divulgada a morte de um suspeito e a prisão de um indivíduo envolvido no crime.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.