Header Ads

Combustíveis no Pará ficam mais caros 13,85% para a gasolina e 11,52% para o óleo diesel

A partir desta quinta-feira (16), os condutores do Estado do Pará podem pagar mais caro no valor dos combustíveis, como já informou desde ontem o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Gás Natural e Biocombústiveis e Lojas de Conveniência do Estado do Pará (Sindicombustíveis-PA). É possível que o consumidor note o aumento de pelo menos quinze centavos na gasolina comum e seis centavos no diesel em decorrência do reajuste no cálculo do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). No entanto, desde ontem, os preços já aumentaram em alguns postos de Belém. No Posto Iccar da avenida Pedro Álvares Cabral, entre Djalma Dutra e passagem Frederico, bairro do Telégrafo, por exemplo, o litro da gasolina subiu de R$ 4,170 para R$ 4,300. Já o litro do diesel sofreu aumento de R$ 3,350 para R$ 3,390. 

Para o taxista Guilherme Simões, de 48 anos, abastecer virou motivo de preocupação para a renda familiar. “Aumentou de novo! Vive aumentando! Tenho esposa e dois filhos. É muito difícil conviver tranquilamente diante desses constantes reajustes que só fazem o valor do combustível subir. Interfere na minha renda familiar de forma significativa, pois eu trabalho apenas como taxista”, contou. “Sempre abasteço no Posto Iccar, porque meu ponto de trabalho é aqui perto. Desde hoje (ontem) cedo eu vi os novos preços. Mas tem postos que ainda não alteraram os valores”.
Com uma meta diária de R$ 150 na renda, Guilherme costuma trocar a gasolina por outros combustíveis quando a situação se complica com a alta do preço. “Tenho essa meta de renda por dia, mas, quando não consigo, é o jeito deixar a gasolina e pagar por álcool ou etanol. Costumo colocar R$ 40 de gasolina de manhã e mais R$ 30 à tarde para rodar com os passageiros, mas fica muito complicado seguir assim com esse preço atual e com a possibilidade de novos reajustes a qualquer momento”.

Conforme explicou o (Sindicombustíveis-PA), as possíveis elevações de hoje são esperadas porque é o dia em que começa a ser aplicada a nova tabela de preços de referência dos combustíveis, que estabeleceu elevação no Preço Médio Ponderado ao Consumidor Final (PMPF) no Pará.  A partir da elevação no PMPF, ocorre elevação no preço do combustível final, já que a alíquota do ICMS, que é de 28% no Estado, incidirá sobre o PMPF.
A nova tabela do MPF foi publicada dia último 10 de agosto no Diário Oficial da União pela pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz). De acordo com a tabela, 15 estados mantiveram os mesmos valores, cinco baixaram os preços e seis aumentaram. No Pará, o preço base usado para arrecadar imposto com a gasolina era R$ 3,9710. Com a mudança, passou para R$ 4,5210, uma diferença de 13,85%. O do diesel, que era R$ 3,2390, subiu para R$ 3,6120, um reajuste de 11,52%.
Fonte: Portal ORM

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.