Header Ads

Pesquisa eleitoral no Pará – Números da aceitação do eleitor sobre os principais candidatos

A segunda pesquisa eleitoral publicada pela DOXA, realizada em todas as regiões do Estado do Pará, entrevistou 1.896 eleitores, entre os dias 13 a 17 do mês de agosto de 2018. O Registro Eleitoral da pesquisa foi realizado no Tribunal Regional Eleitoral do Pará, sob o protocolo Nº PA-03208/2018, com a margem de erro estimada em 2,25% para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.

Pesquisa espontânea para governador
Quando não se apresenta o nome do candidato, a chamada pesquisa espontânea, o candidato do MDB, Helder Barbalho, aparece em primeiro lugar com 23,6% das intenções de voto. Em segundo lugar, vem o deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa, Márcio Miranda (DEM) com 11,9,%. O senador Paulo Rocha (PT) é o terceiro colocado com 8,7% das intenções de voto. Cleber Rabelo (PSTU) está com 1,5% e Fernando Carneiro (PSOL) está com 0,8%. Outros nomes somam 4,0%. O PT questiona a pesquisa, afirmando possuir 18% dos votos, contra 8,5% de Márcio Miranda.

Pesquisa estimulada para governador
A pesquisa estimulada ocorre quando se apresenta ao eleitor os nomes dos candidatos. Nela Helder Barbalho (MDB) vai para 38,7% das intenções de voto. Márcio Miranda (DEM) permanece em segundo lugar com 20,4%. O senador Paulo Rocha (PT) continua em terceiro lugar com 12,1% das intenções de voto. Cleber Rabelo (PSTU) vai para 3,7% e Fernando Carneiro (PSOL) fica com 3,1%. Os votos flutuantes, quando estimulados os nomes de candidatos ficam com 22%. Esse cenário é o que mais se aproxima do dia das eleições, devido ao fato da maioria dos votantes já algum conhecimento sobre o candidato escolhido por ele.

Rejeição
Segundo a pesquisa do Instituto Doxa, Helder Barbalho (MDB) aparece como o mais rejeitado pelos eleitores, somando 22%. O senador Paulo Rocha (PT) acompanha Helder e aparece como o segundo mais rejeitado, aparecendo com 21%. Márcio Miranda (DEM) tem 12,8% e Fernando Carneiro (PSOL) 11,2% de rejeição. O menos rejeitado entre os cinco candidatos é Cleber Rabelo (PSTU), com 10,6%. A rejeição poderá determinar o grau de crescimento de uma candidatura em um processo eleitoral. 
Presidente
Na intenção de voto para Presidente temos apenas duas disputas, de um lado o ex-presidente Lula com 39,5% dos votos, seguido do Jair Bolsonaro com 26,5%. Ciro Gomes com 6,8% e Marina com 5,7% estão bem atrás dos dois primeiros, e Alckimin com 2,8%. Nos últimos três dias, a recomendação da Organização das Nações Unidas (ONU) recomendando a liberação de Luís Inácio Lula da Silva, preso há mais de 100 dias, deu um impulsionamento a mais na candidatura do petista, visto por grande parte do povo brasileiro como vítima da elite e do judiciário brasileiro.

Rejeição para presidente
Jair Bolsonaro (PSL) lidera com 27,3%. Lula (PT) ocupa o segundo lugar com 20,6%. Geraldo Alckmin (PSDB) ficou em terceiro lugar com 7,9% e, em quarto, Ciro Gomes (PDT) com 7,7%.  
Corrida ao Senado
Jader Barbalho (MDB) lidera a corrida ao Senado Federal com 14% das intenções de voto. Seguido do ex-senador Mário Couto com 13,4%. Com em uma campanha ao senado os candidatos se baseiam em pesquisa eleitoral, o “quiproquó” ocorrido entre os dois, há uns 10 dias, explica a “briga travada nas redes sociais entre os favoritos na disputa eleitoral. O declínio do candidato Flexa Ribeiro (PSDB), com 10,1% carrega um pouco da rejeição do governo Simão Jatene por parte dos paraenses. 
O jovem Elléri Bogo (PRP) é a surpresa nas pesquisas eleitorais
Pífio mesmo são os números de Wladimir Costa (Wlad) com 4,7%, seguido do Vice-Governador Zequinha Marinho (PSC) com apenas 2,2% das intenções de votos. Já o candidato Zé Geraldo encontra-se com bastante dificuldades na corrida eleitoral com 2,2% de votos. Jader Barbalho é o mais rejeitado com 19,5%, seguido de Wlad com 18,5% dos votos. Com 0,9% na pesquisa Doxa, em apenas 3 dias de campanha, o jovem candidato Elléri Bogo, morador de Belém, candidato pela primeira vez a um cargo político, já aparece com 0,9% dos votos na pesquisa Doxa.





Um comentário:

Tecnologia do Blogger.