Header Ads

Terremoto de magnitude 7 na Venezuela atinge Belém do Pará

No início da noite desta terça-feira (21), tremores em alguns prédios de Belém foram sentidos e causaram preocupação na população da capital paraense. De acordo com o professor Lourenildo Barbosa Leite, especialista em abalos sísmicos e pesquisador da Faculdade de Geofísica da Universidade Federal do Pará (UFPA), o fenômeno tem relação com o terremoto de magnitude 7,3, que atingiu o norte da Venezuela poucas horas antes. "Foi um terremoto muito grande, que provavelmente afetou imensamente o local em que ocorreu. O que acontece é que isso é uma explosão das rochas, das energias, que se propagam por todo o globo. Por isso é sentido o tremor em outros lugares", explicou.

Segundo o pesquisador, não é a primeira vez que Belém sente impactos de fenômenos naturais deste tipo que ocorreram em outros países. "Esta deve ser a terceira vez que algo parecido ocorre aqui. Dependendo da magnitude, se for algo em torno de 7,3 e 8, nós sentimos aqui. Seja no Caribe, Peru, Bolívia ou outros países próximos", comentou. Apesar do susto, Lourenildo Leite garante que a capital paraense está fora de riscos maiores. "Trata-se de um fenômeno natural. Não precisa preocupação", tranquilizou.

Um dos locais afetados foi o edifício Villa Office, localizado na rua Antônio Barreto, no bairro do Umarizal. Segundo um funcionário do prédio comercial, que não quis ser identificado, algumas pessoas sentiram o tremor e outras não relataram nenhuma anormalidade. "Chegaram a nos informar que houve um tremor, algumas pessoas falaram que foi como uma tontura e chegaram a descer até a recepção", contou. Ainda não se tem um posicionamento do Corpo de Bombeiros a respeito dos tremores em Belém.
Fonte: Portal ORM

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.