Header Ads

CNH Digital já está disponível no Pará mas tem poucos adeptos

O Pará está em 22º lugar no ranking das unidades federativas com CNH digitais ativas no Brasil. De acordo com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), até o último dia 26 de setembro, foram contabilizadas 418.118 CNH digitais ativas no país, sendo 2.004 no Pará. Em primeiro lugar está São Paulo com 79.257 emissões. Em segundo, o Rio Grande do Sul com 73.971. Em terceiro, Goiás com 40.461. Em último lugar está o Amapá com apenas 714 emissões. 

Desde o dia 1º de julho, o Ministério das Cidades e o Denatran tornaram obrigatório que todos os Estados oferecessem a ferramenta, que possibilita o motorista ter a representação eletrônica da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e que tem o mesmo valor jurídico da impressa. No entanto, a novidade ainda não foi divulgada oficialmente no Pará. Segundo o Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran Pará), o evento de apresentação deve ser realizado ainda este mês. 
"Os condutores já estão baixando, mas alguns ainda ficam em dúvida se a versão eletrônica já está valendo. Por isso vamos apresentar oficialmente. Para mostrar de forma bem didática como ela funciona. Aí, o número deve aumentar", explicou o coordenador de operações do Detran Pará, Walmero Costa. Além disso, outras ferramentas tecnológicas devem ser lançadas este mês pelo órgão, como o talonário eletrônico, aparelho portátil usado por agentes para registrar infração de trânsito e realizar consulta sobre veículos e condutores.

Para obter a versão eletrônica da CNH, o condutor deve verificar se sua versão impressa já possui QR Code (código de barras bidimensional). Caso não tenha, deve tirar uma 2ª via no Detran. Ele deve fazer o cadastro no portal de serviços do Denatran (portalservicos.denatran.serpro.gov.br) e ir pessoalmente ao Detran validar seu cadastro para que um código de ativação seja gerado no site do Denatran.  
Após esse processo, o aplicativo deve ser baixado no celular e o usuário deve inserir o código de ativação. Usando o aplicativo, o QR Code da habilitação deve ser escaneado. A CNH digital aparecerá na tela. Para os próximos acessos, após fazer login no aplicativo, o documento já será exibido.

O motorista belenense Manoel Dias, de 44 anos, já tirou a CNH digital e garante que a praticidade é essencial. "Já trabalho há muitos anos como motorista profissional. Sempre gosto de estar atualizado sobre qualquer novidade. Logo quando divulgaram que já poderíamos tirar a versão digital, fui logo procurar saber como é o procedimento. E já estou com a minha. Fica mais fácil agora concentrar tudo no celular. Tem gente que vive esquecendo a carteira com os documentos", disse. 
CRLVe Digital
 A versão digital do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLVe) é outra novidade que deverá facilitar a vida dos condutores em todo o Brasil e beneficiar a questão da segurança pública, em relação aos dados e à integração dos sistemas. Ontem, a ferramenta foi apresentada em Fortaleza (CE) com a participação do Ministro das Cidades, Alexandre Baldy.

O Ceará é a segunda unidade da federação a contar com o documento digital. O primeiro foi o Distrito Federal, em agosto. De acordo com o Detran Pará, a expectativa é que CRLVe digital faça parte da burocracia no Estado até o dia 31 de dezembro, assim como deve ocorrer em todas as outras unidades federativas.
Fonte: Portal ORM 

Um comentário:

  1. Muito bom.
    Parabens ao denatran.
    Gostaria de saber se o serviço e gratuito.???

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.