Header Ads

Quadrilha - Guarda Municipal recaptura assaltantes foragidos do presídio em Marabá

Uma equipe da Guarda Municipal de Marabá (GMM), sudeste do Pará, prendeu três indivíduos, acusados de roubar moto e praticar assaltos no Complexo Cidade Nova, ontem (19), por volta de 23 horas. O roubo da moto aconteceu em torno de 20 horas, na Praça do Novo Horizonte, às 23 horas, os guardas municipais foram avisados de outro roubo ocorrido na Rua Vital Brasil, bairro Bom Planalto, onde foram subtraídos vários pertences dos moradores. Os bandidos estavam em duas motos roubadas, uma na cidade de Itupiranga e a outra em Marabá, e se evadiram da residência assaltada. 
Na casa, os acusados roubaram sete celulares, um notebook, cartões, documentos e um relógio, entre outros bens pessoais. Um pouco depois das 23 horas, a Guarda Municipal foi acionada por uma das vítimas, dando conta da localização de seu telefone, via rastreador, nos fundos de um hotel, localizado na Rodovia Transamazônica, bairro Cidade Nova. Autorizados pelo recepcionista, os guardas municipais entraram na casa de hospedagem, foram até um dos quartos e se depararam com uma verdadeira quadrilha que agia nas ruas de Marabá. 
Tentativa de suborno
Durante a abordagem, foram presos Wanderson dos Santos Costa, Lucas Guimarães Vieira, 21 anos, e Jaison Batista da Luz, 21 anos, todos foragidos do Centro de Recuperação Agrícola Mariano Antunes (Crama). No Inquérito por Flagrante Nº 184/2018.10º9º8-4, lavrado pela 21ª Seccional de Polícia Civil, consta que Lucas Vieira e Wanderson Costa ofereceram a quantia de R$ 6.000,00 para os guardas municipais, tentando evitar a prisão, mas sem sucesso. Neste momento, uma guarnição da Polícia Militar chegou ao local de crime e ajudou a conduzir os meliantes para a delegacia de polícia civil, onde permaneceram presos, à disposição da justiça.
Os guardas municipais gravaram a tentativa de suborno dos meliantes e irão repassá-la à justiça como parte do processo criminal. Uma mulher foi encontrada com os fora da lei, mas verificou-se que ela não participou dos assaltos, figurando apenas como acompanhante de um deles. Ela foi ouvida pela polícia e liberada.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.